segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Mãe! Aquele não é o Jason?

Ele estaria lá, há pouquíssimos metros de mim, só distância nos separava.
Em uma fração de segundos procuraria histéricamente um pedaço de papel, uma caneta e minha câmera de meio quilo. Já estaria pronta para a minha pequena maratona; sairía correndo, empurrando tudo que estivesse à minha frente. Até que chegaria. É ele, o meu maior idolo de todos os tempos: Jason Mraz! Em meio a tanto nervosismo, com as pernas bambas, pediria um autógrafo com aquele inglês bem embromation e, claro, uma foto também. Tiraria aquela câmera (se é que pode-se chamar assim), ele me olharia como se eu fosse uma louca, mas sem deixar toda aquela sua simpatia de lado. Só mais um pouco e pronto, a foto estaria tirada! Thanks Jason, I love you so much!

É, eu falar inglês na pior pronúncia possível, passaria por um papel de uma completa maluca! Mas e daí? Eu conseguiria um autógrafo e uma foto com ele! Sim, o próprio Jason Mraz.

Ah, quem dera que isso tivesse realmente acontecido!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Para uma vida mias tranquila

Cá entre nós que essa expressão é muito velha que tem certos tipos de pessoas que são insuportáveis, difíceis de conviver e cheia de não-me-toques. Ou seja: gente chata. Por isso, eu decidi ajudar vocês a ficarem o mais longe possível das

10 pessoas mais insuportáveis de se conviver


10. Que não escutam direito


9. Reclamam de tudo


8. Gente que fala esquisito


7. Escutam Cine hihi, brimks n


6. Brega



5. Está sempre de mau humor


4. Acha que é engraçada mais não é o que as vezes acontece comigo


3. Que não sabem se vestir




2. Gosta de cantar músicas como a da Mulher Melancia


1. Que não tomam banho







rs.



Quem sabe se seguindo essas dicas você seja uma pessoa mais feliz, com uma vida mais tranquila, longe de pessoas... assim. :B

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O direito de um bom melhor amigo

Maurício de Sousa criou o personagem no qual eu menos esperaria: Tina ganhou um novo melhor amigo. E gay. Coisa que criou muita polêmica, o que já era de se esperar.
.
Sinceramente? Sou bem a favor. Desde pequenos devemos aprender a conviver com as pessoas sem nenhum tipo de preconceito. Independentemente da opção sexual dela, ela continua sendo a mesma. E sim, odeio gente que tem neura com essas coisas.
.
Um dos meus melhores amigos, se não for o melhor, é gay. E é uma das melhores pessoas que já conheci. O melhor amigo que alguém possa ter. É aquele que te entende, aquele te te ajuda, aquele que se preocupa com você. Não me imaginaria sem ele. Sério. E acho que Tina, tem todo o direito de ter um amigo assim.
.
É importante que todos entendam que ser homossexual não é nada de anormal. Ele continua sendo um humano, que come, bebe e vive normalmente, o que não é motivo para tanta rejeição e discriminação da sociedade.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

E se acabar?

Se o mundo acabasse em 2012, não pensaria duas vezes e pegaria uma passagem para o Rio de Janeiro e ficaria naquelas lindas praias tentandome bronzear, coisa que nunca consegui. Afinal, se eu pegar uma insolação, não tem problema, o mundo vai acabar mesmo...

sábado, 7 de novembro de 2009

Novo Mundo Rosa

Não seria preciso sair pintando as paredes das ruas de rosa, fazer movimentos contra esse mundo cinza e sem cor no qual vivemos. Nada muito escandaloso. Uma revolução não seria necessária. Apenas algumas ações pequenas e simples. E com um destaque enorme.

Parar de assistir a televisão, sofrer com aquele calor infernal dentro de um carro sem ligar o ar condicionado, ter que plantar uma árvore por dia, doar mais da metade de sua humilde mesada à diversas instituições de caridade... Não estou dizendo isso. É uma coisa ainda mais simples.

Um abraço verdadeiro, um bom dia àqueles que passam todas as manhãs ao seu lado e você nunca reparou, sorrir mais, doar um livro aquelas crianças que nunca tiveram tal oportunidade... São esses pequenos atos, feitos de coração que tornam um mundo mais colorido. Um mundo mais pink.