sábado, 24 de abril de 2010

Top Old #1

E depois de 3629462 dias eu volto! Juro, estava morrendo de saudades daqui, louca para postar alguma coisa! Mas como o tempo e a inspiração são os meus maiores inimigos... Já sabe, né?

Hoje eu vim aqui pra dar algumas indicações para vocês - coisa que normalmente eu não faço, mas acho que vou começar a fazer :B
Top Old é um novo quadro (?) aqui no blog onde eu indico algumas bandas e músicas da época da mamãe e da vovó q. Porque assim a gente não fica só escutando Lady Gaga, Justin Bieber, Cine, Restart e todas essas músicas iguais; afinal é muito bom variar de vez em quando, né? E aqui vai:

Top Old #1

ps. não tenho nada que faça um título digno ._.

1. Bittersweet Symphony - The Verve



The Verve é uma banda britânica que surgiu em 1989. Ele se separam em 1999 e voltaram oito anos depois, em 2007. As letras de suas músicas são diferentes, não falam sobre os mesmo assuntos (amor, sexo & rock'n' roll q). Bittersweet Symphony é a minha favorita deles e acho que umas das mais famosas da banda!

+ Lucky Man, Photograph, The Drugs Don't Work

2. Message in the Bottle - The Police



Conheci The Police fuçando nos CDs aqui de casa e descobri que são eles quem cantam Every Little Thing She Does Is Magic - música que, particularmente, acho incrível. O grupo foi considerado um dos melhores da década de 80! Gosto muito de Message in the Bottle porque ela tem uma melodia bem animada, dá vontade de dançar e q; sem contar que o refrão fica muito na cabeça: ''I'll send a SOS to the world'' ♫

+ Every Step You Take, Every Little Thing She Does Is Magic

3. Flores - Titãs



Titãs é umas das minhas bandas brasileiras favoritas! A banda está junta desde a década de 1980, mesmo passando por vários acontecimentos como a morte de Marcelo Former e continua fazendo grandes músicas até hoje. Eu posso ficar escutando Flores quinze vezes seguidas e não enjoar, juro! Há a versão que eles cantam sozinhos ou junto com a Marisa Monte; eu prefiro a última :)

+ Isso, Eu Não Presto, Epitáfio

Bom gente e essas foram as primeira indicações do Top Old, hihi. Esperam que vocês tenham gostado e caso vocês conhecem alguma banda ou música bem legal pode me falar, quanto mais indicações, melhor! :D

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Essa é a minha história, rs.

Não querendo fazer uma auto biografia e tal, mas não sei, acho que isso seria bom vocês saberem sobre mim, hihi. :)

Admito que, antes, eu pouco ia a igreja assistir uma missa e tal. Sinceramente, era uma coisa um tanto mecânica, nada que conseguisse realmente me tocar. Mas um dia isso mudou.

Meu tio-avô, que mora no Rio de Janeiro, veio para cá e fez o convite para irmos numa igreja evangélica que estava aqui em São Paulo há pouco tempo. Veja bem: eu já não gostava que ir a igreja. E agora eu iria numa igreja e evangélica. Cá entre nós que todos, se não a maioria tem uma visão extremamente distorcida dos crentes. ''Eles são uns quadrados que não fazem nada na vida a não ser deixar o cabelo crescer e orar. Só''. É, era assim que eu pensava. E vi o quão eu estava enganada.
Naquela noite minha mãe acabou convencendo a mim e ao meu pai (!) e nós fomos. Para mim ia ser a mesma coisa de sempre: a gente entra de um jeito e sai da mesma maneira. Só que o que aconteceu foi totalmente o contrário.

Após o culto, nós fomos falar com o pastor. Meu pai conto bem resumidamente o que estávamos passando - e vos digo q que não era um mar de rosas - e lá aceitamos Jesus na nossa vida. A partir daquele momento nós não teríamos mais autoridade alguma sobre a nossa vida a não ser Deus. Nunca imaginei que minha vida melhoraria tanto desde então.
Minha relação com a minha família ficou muito mais harmoniosa e carinhosa; cada um de nós nos tornamos novas pessoas (muito melhores). Tudo isso graças à presença de Deus.

É claro que não foi tudo tão fácil e tão rápido assim. Pelo menos para mim. Eu tinha bastante vergonha de chegar e falar: ''Oi, tudo bem? Sou evangélica agora, sabia?'', tinha um pouco de vergonha de falar sobre esses assuntos com qualquer pessoa. Meu maior medo era ser criticada e principalmente julgada por algo que eu, e nenhum dos evangélicos, são - Algo que eu costumava fazer.
Até hoje acho que fui uma tola em pensar tantas besteiras; em ter sido preconceituosa.
GENTE! HELLO! Q Eles são seres humanos como qualquer outro! Assistem TV, vão ao cinema, escutam música, saem com os amigos... a única diferença é que eles estão no caminho de Deus - algo que é muito precioso.

Bom, acho que já falei muito o que eu precisava dizer. Tenho a maior alegria de dizer que hoje eu sou evangélica, continuo fazendo o que eu sempre fazia, só que eu sou uma nova menina. Muito melhor. E eu aconselho vocês experimentarem essa sensação, pelo menos uma noite. E essa é a minha história, rs. :)

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O último

Admito que está sendo bem difícil escrever tudo isso aqui. Depois de tanto tempo escrevendo desde coisas inúteis até as minhas ideias (inúteis, rs), tomei a difícil decisão de que teria que abandonar um dos meus refúgios preferidos. Sim. Tantas coisas estão acontecendo, graças a Deus nada de ruim!, mas eu digo em relação aos tão queridos -n estudos; são tantas coisas que eu estou me matando.

Só de pensar que o blog está cada vez mais abandonado tendo menos que cinco posts no mês, juro, fico bem chateada. Afinal, eu amo escrever, ainda mais colocar aqui e ver vocês! Mas com essa vida de condenada e escravizada a estudar até o fim desse ano, não sei se consigo levar o blog adiante como eu realmente gostaria :/

Por isso estou escrevendo aqui para vocês e dizer que hoje é Primeiro de Abril \O/
Feliz dia da mentira, rs.