sábado, 19 de junho de 2010

Me pergunto

As pessoas dizem que entendem. Mas eu duvido disso.
Me pergunto todos os dias por que as coisas tomam determinados rumos. Por que certas oportunidades são perdidas. Por que algumas situações não poderiam ser mais fáceis. Por que a vida é realmente como é.
As palavras que solto cada vez mais fazem menos sentido e cada espaço elas deixam de ser minhas. E novamente eu me pergunto o que me pertence de verdade.
O que eu levo de tudo isso? Para onde as minhas escolhas vão me levar? Eu não tenho todo esse poder sobre tantas coisas. Mas eu tenho. Não só eu, como qualquer um. Basta ter conhecimento disso. O que, na verdade, poucos têm. E eu não tenho.
Escrevo sem saber muito qual é razão. Escrevo coisas que poucos entederão. Escrevo sem saber se as palavras usadas são belas. Mas eu duvido disso.
Escrever me faz bem. Escrever repetidas vezes me faz bem. Repetir espressões pode ser algo interessante. Me pergunto por que as pessoas as evitam. Afinal, a vida nos trás repetições a todo momento. E nós pouco nos importamos.
Mas da vida eu não sei praticamente nada. Do ''poder'' no qual tenho em minhas mãos, eu mal faço noção. Das escolhas nas quais eu tenho que fazer eu pouco sei. Então a única coisa que me resta além de registrar tamanha loucura é continuar em frente. Sempre em frente.

14 comentários:

Renan Mendes disse...

Acho que tu olhaste pra mim e, depois de uma conversa, escreveste esse texto, só pode. Tudo o que eu penso (ou não), tudo o que eu (não) consigo entender. Perfeito.

Marcela disse...

Nossa, que bacana *-* Achei muito interessante. E realmente, fica sempre essa dúvida que não possui resposta.
bjs

Elisa Mucida. disse...

Uau! Sério, esse texto ficou meio confuso, meio que disse tudo. Principalmente no final: continuar em frente. Sempre em frente.

Amei mesmo... Beijos :*

Ninaaa . disse...

Nem tudo que a gente faz ou pensa e, principalmente, sente, precisa fazer sentido. Mas tem uma pessoa que conhece o seu coração por inteiro e eu acho que você sabe quem é. É só deixar tudo nas mãos Dele, e seguir em frente, como você mesma disse. Beeijos.

Pedro Ricelly disse...

Continue escrevendo que eu continuarei lendo. Filosofia barata? Pra vida!

MaggStore disse...

OOOOiiiiiiii
A Magg adorou seu blog!!!!

Passa lá na Magg pra vc dar uma olhadinha!!!
Cada acessórios incrível!!! Vc vai adorar!!
maggstore.blogspot.com

Bjuuuxxxxxxxx

Gabriela Petrucci disse...

Escrevemos para obter auto-conhecimento. É uma necessidade! x)

Beijo

Jeniffer Yara disse...

Escrever faz parte daqueles que gostam disso,e sempre não serão compreendidos por outros,mas sempre estaremos escrevendo e seguindo em frente. >< Amei.

Bjs!

Anna Beatriz disse...

Escrever pra mim, é como uma terapia também.
Gostei muito do post.
beijão!

llazy disse...

Escrever é meu cano de escape, me ajuda a tirar um monte de coisa aqui de dentro.
Beijo :)

Moderadora disse...

Oi, tudo bom? Sem bricadeira: eu leio seu blog ha um tempãoe acabei de criar o meu, não sei se você curte muito o Fiuk, muitas pessoas não gostam, mas se você queser pelo menos dar uma passada lá, eu ia gostar. Brigada. Beijo.

nick disse...

A vida é uma incógnita, e por isso é tão boa.

Nathy disse...

Perfeito! Escrever pra mim, é minha terapia!

Mari e Ana disse...

Adorei, seu texto é a discrição perfeita pra muitas das situações que vivo.

Ana