quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Plenitude

E durante os dias exaustivos, as semanas que, muitas vezes, custam a passar, eu me deparo com alguns (poucos) minutos que se destacam em meio essa rotina cansativa: uma perfeita fusão de reflexão e paz.
Pensamentos abstratos lentamente se formam em minha mente, meu coração se tranquiliza de um jeito diferente e enquanto os segundos passam, minha alma se encontra num estado de pura plenitude.
Me sinto completa de alguma maneira só de lembrar que tudo o que vivi até onde estou um dia pertenceu não só a mim, mas também com aqueles em compartilhei tudo aquilo. Uma leve saudade começa a surgir, mas logo a dispenso, pois o que menos quero é que "lamentações" saiam de minha boca.
Apenas observo tudo com uma gratidão imensa. E só isso importa, lembranças, de uma certa forma, revividas.
Uma quase eternidade se passando num piscar de olhos.

8 comentários:

Rafael Cotrim disse...

Lindo.

Realmente existem esses momentos em que tudo é perfeito. A alegria plena nos envolve de um jeito magnífico.

Mas o que eu aprendi foi que...

Isso também passa.

E não podemos nos deixar levar.

Apenas podemos curtir esse momento.

Rafael Cotrim disse...

Esqueci de falar,

LINDA a foto no blog.

^^


Beijos, querida.

nina . disse...

São esses momentos únicos que fazem tudo valer a pena. Muito bom o texto!
Ah, reativei o blog. Dá uma passadinha lá quando der e diz o que você achou. Beeijos, flor :*

Jeniffer Yara disse...

Lindo. Todos deveríamos nos sentir assim,plenamente agradecidos por termos vida,e por podermos vivê-la,podendo fazer escolhas e viver momentos inesquecíveis.

Beijos

Debbys disse...

ah, ás vezes é bom parar e relaxar, deixar a positividade tomar conta de nós, esquecer um pouco os problemas ne.. xD
gosto mt. xD
bjussss

Natália disse...

Temos que olhar para atrás com uma saudade gostosa e não aquela saudade de lamentação. Afinal, já passou e não temos mais como voltar atrás, infelizmente. Beijo

Brenda disse...

é difícil olhar o passado e não se lamentar, porque a saudade é tanta afinal.
Amei o blog :*

Pedro Ricelly disse...

Preciso achar um comentário melhor do que "Belo Texto"

Beijão :*