domingo, 13 de março de 2011

O Pássaro Mudo que Canta Azul

O seu tamanho e muito menos suas pernas finas, não o impediam de se sentir grande, não no topo daquela telha antiga.
O pequenino não cantava, respirava lentamente sentido o ar gelado entrando pelo seu nariz, olhava os outros pássaros voando e cantando alegremente, conversando entre si. E aos poucos, os cantos se tornaram um só, uma única melodia preenchia a rua quase deserta.
Uma singela mágica, de certa maneira, tomara sua pequena alma e assim, abriu lentamente seu bico e encheu seu peito de todo aquela ar... e não cantou.
Imaginou que desta vez seus olhos, os quais poucos notavam, já revelavam o que seu coração guardava.

E assim cantou.
O pássaro mudo cantou a tranquilidade e paz que nele estava.
Naquela manhã gelada, o pássaro mudo cantou a cor do céu, a mais belas de todas.

9 comentários:

Mariana Lopes disse...

Achei o texto lindo :D
Esse ano você está postando com mais frequência, isso me deixa tão feliz *-*

Vanessa disse...

Que lindo *-*
Ele cantava com a alma, e tem canto mais bonito?

Pedro Ricelly disse...

Seu blog salva o dia *-*

Gabriela Freitas disse...

Seu blog inspira!
Que texto doce.

Debbys disse...

ahh, que bonito!! gostei muito =]
bjus

sawuelbruno™ disse...

gostei muito desse Blog, textos bem interessantes,
passarei sempre por aqui pra acompanhar as postagens e atualizaçoes, ;)

Att,
sawuelbruno™

http://sawuelbruno.blogspot.com/

lovechips.paty disse...

vc arrasa muito. seus textos são sempre lindissimos e inspiradores!

lovechips disse...

ah, ai em cima sou eu!
http://lovechips.org

Mary ♥ Mur disse...

♥Love your blog♥