segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Até um dia.

Uma vez, desisti de escrever. Simples assim.
Não que fosse falta de... Como se chama mesmo? Me fugiu a palavra. Bom, ideias, talvez, não faltavam. O que faltava mesmo era vontade.
As palavras vinham, mexiam comigo e ficavam em minha volta para ver até quando eu aguentaria, mas eu ficava sem reação, olhando o papel de longe, achava-o mais bonito como estava: vazio... Me dizia tão mais.
Acho que não era eu. Ainda não entendo o que de fato aconteceu naqueles tempos.
Nunca descobrirei.

Se eu voltei a escrever? Duvido.
Mas as vezes eu sinto falta, o que me leva a rascunhar algumas bobagens, mas palavras, ficam bravas comigo e não gostam de ser desperdiçadas assim, em vão.



Sim, estou passando por um período sério de abstinência de escrita. Talvez seja uma fase, talvez não, quem sabe?
Mas desse mundo eu não sairei. Eu o meu caro amigo Bertonie, começamos um blog sobre cinema, literatura, música e derivados (existem?) - algo nada muito complexo, apenas para distrarir. Espero que gostem!