segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Até um dia.

Uma vez, desisti de escrever. Simples assim.
Não que fosse falta de... Como se chama mesmo? Me fugiu a palavra. Bom, ideias, talvez, não faltavam. O que faltava mesmo era vontade.
As palavras vinham, mexiam comigo e ficavam em minha volta para ver até quando eu aguentaria, mas eu ficava sem reação, olhando o papel de longe, achava-o mais bonito como estava: vazio... Me dizia tão mais.
Acho que não era eu. Ainda não entendo o que de fato aconteceu naqueles tempos.
Nunca descobrirei.

Se eu voltei a escrever? Duvido.
Mas as vezes eu sinto falta, o que me leva a rascunhar algumas bobagens, mas palavras, ficam bravas comigo e não gostam de ser desperdiçadas assim, em vão.



Sim, estou passando por um período sério de abstinência de escrita. Talvez seja uma fase, talvez não, quem sabe?
Mas desse mundo eu não sairei. Eu o meu caro amigo Bertonie, começamos um blog sobre cinema, literatura, música e derivados (existem?) - algo nada muito complexo, apenas para distrarir. Espero que gostem!

14 comentários:

andressa n. disse...

mas as palavras deixam saudades.. saudades de serem ditas ou de serem apenas lembradas

Renan Mendes disse...

E por que não surgir novos textos dessa fase de abstinência? Afinal, é um tema muito produtivo, que já até gerou esse texto...

Renan Mendes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Debbys disse...

eu andei assim por um booom tempo... mas daí escrevo algumas coisas do meu dia-a-dia e talz.. quando bater a inspiração, daí saem textos mais sentimentais e vemos no que dá.. xD
bjsss

Isabella Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabella Carvalho disse...

Andei assim por um longo período e só agora começou a pingar, mesquinhamente, um pouquinho de inspiração. Acho que isso é meio normal sabe. Quando escrevemos nos esvaziamos. Talvez você precise se preencher... Quem sabe? rs. Adoro seu blog =)

Gabriela Freitas disse...

com certeza vou te acompanhar á também e sem sombra de dúvidas isso é fase, logo passa.

Tainã Almeida disse...

Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
Acessa o meu blog?
"Blog de uma adolescente"

http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
Atenciosamente Tainã Almeida.

Jeniffer Yara disse...

Estava assim também há um tempo atrás,foi só uma fase comigo, espero que também seja com você :}

Beijos

Thaís. disse...

É assim mesmo, esse ciclo de fugas e voltas da inspiração que nunca se finda.
O papel vazio na sua frente também carrega muitos significados. Silenciar-se, às vezes, é preciso. Mas quando der vontade de rabiscar algo que seja, ou então, compartilhar o seu silêncio... volta. A gente vai estar bem aqui. :*

Nati disse...

Tu não pode partir assim e nos deixar a ver navios, pensando e com a quase certeza de que você não voltará. Você tem que voltar, de uma forma ou outra, teus seguidores e leitores, assim como eu, te esperamos. Beijos, volte logo.

Elisa Cunha disse...

Engraçado, passei por aqui duas vezes pelo aleatório do blogspot, só hoje.

A inspiração, aquela mesma que nos foge às vezes, noutros nos esbaldam de palavras. Que não faltem as palavras para você. :)

Georgia Soares disse...

Saudade de ler seus textos!

Bárbara disse...

Todo escritor passa por uma "crise" assim. Às vezes faz até bem. Mas não deixe que esse amor por escrever saia de você, existem muitas pessoas (assim como eu!) que adoram ler seus textos e acreditam em você!